Como resetar o Ubuntu às configurações originais

Aprenda a resetar o Ubuntu – voltar às configurações originais de ambiente gráfico “de fábrica”.

Como resetar o Ubuntu 14.04

Nós fazemos muitas personalizações no ambiente do Ubuntu. Mudamos ícones, temas, mexemos nos efeitos especiais no COMPIZ e muito mais. Aí chega a hora do desespero e pensamos: “como deixar o ambiente Ubuntu no padrão, com ele é originalmente assim que instalamos ele pela primeira vez?”

Como resetar o Ubuntu, via terminal

Simples! Com dois comandos no terminal, o Ubuntu volta ao modo original. Abra o terminal e digite os comandos abaixo:

$ dconf reset -f /org/compiz/
$ setsid unity

Pronto. Agora o Unity e o Compiz voltam ao modo padrão original. E para voltar os ícones padrões, digite:

$ unity --reset-icons

Fim, amigos e amigas. Curtiram? Agora sabemos como resetar o Ubuntu 14.04 LTS.

O Ubuntu te força a utilizar o teclado, fazendo você ser mais produtivo e ganhar tempo diariamente.

Um dos grandes diferenciais dos sistemas Linux é o terminal, tão adorado e abominado por muitos, o poder que ele proporciona ao usuário é incrível, utilizar o teclado para navegar pelos seus arquivos utilizando o sistema o Unity quanto o terminal o torna uma pessoa mais produtiva.

As facilidades do ‘sudo’ e ‘apt-get install’ para instalação e gerenciamento de arquivos trazem boas vantagens, tendo aplicativos atualizados, com extrema rapidez na hora de gerenciá-los. Saber comandos básicos para navegar dentro de pastas e diretórios trazem benefícios essenciais para quem precisa de agilidade durante o trabalho. Pesquisar por pastas atrás daquele documento importante que você precisa urgentemente é ruim, ninguém tem tempo para desperdiçar procurando arquivos, então nessa hora que o Unity e seu painel para procurar programas e documentos são sensacionais.

O Unity traz uma lista rápida por todos os arquivos do computador, mostrando prévias de imagem da foto ou detalhes do documento ajudam bastante, por isso Ubuntu é muito indicado tanto para pequenas como para grandes empresas, além de ser gratuito é seguro, estável e poderoso.  Infelizmente perdemos muito tempo utilizando o mouse entrando e saindo de diversas pastas, tornando isso como rotina, sendo que a nossa produtividade cai e muito com isso.

Este post serve como forma das pessoas observarem uma das vantagens que o Ubuntu pode trazer no seu trabalho, tanto como em sua casa, por exemplo, evitando diversas dores que cabeça que podem e irão te perturbam durante o expediente.

10 motivos para você testar o Ubuntu

post originalmente feito para o blog da Locaweb, por Maudy Pedrão.

Muitos de nós, humanos, temos uma fixação estranha e quase obsessiva em listas. Listas para compras, de discos mais legais do mundo, e assim vai. Parece que precisamos ler e reler muitas vezes uma pequena lista antes de tomarmos alguma atitude que nos traga benefícios práticos ou emotivos.

No mundo da tecnologia é muito comum vermos listas demonstrando pontos específicos de um produto que nos mostram pontos-de-vistas que não tínhamos conhecimento. Pensando justamente nisso, que se baseia a lista “10 motivos para você testar o Ubuntu”.

O foco não é denegrir o que você já usa ou mostrar uma superioridade “quase xiita” em favor de um sistema. O objetivo é mostrar que existem pontos que você não conhecia. Ou até que conhece, mas não tinha ideia de que se aplica a um sistema Linux que muita gente fala por aí e que na verdade você não tem noção do que se trata. Então, vamos lá.

Instalando os novos ícones do 13.04 no Ubuntu 12.10

Testando

Ontem foram liberados pela equipe de desenvolvimento do Ubuntu 13.04 alguns ícones novos: o Nautilus, Central de Programas e de Atualização do sistema mais o ícone do lofo do Ubuntu (DASH).

E podemos instalá-los na nossa versão atual, a 12.10.

Instalando

1- baixe os ícones através do link:

https://dl.dropbox.com/u/7027392/raring-launcher-assets.zip

2- Descompacte os ícones

3- Abra o terminal com o comando Ctrl + Alt + T e digite os comandos:

cd <local onde deixou os ícones descompactados>/raring-design-assets/assets
sudo cp -r * /usr/share/unity/6

6- Re-inicie a sessão.

Para reverter a situação, ou seja colocar os ícones antigos, basta abrir o terminal novamente e digitar o seguinte comando:

sudo apt-get install –reinstall unity-common

Daqui que tirou daqui.

Como criar grupos de aplicativos no lançador do Unity

Você já pensou e precisou criar um grupo de programas mais usados, por exemplo, e agrupá-los no lançador do Unity? Seria muito bom né?

Isso é possível usando o DRAWER.

Drawer é um programa que permite agrupar aplicativos ou arquivos no lançador do Unity do Ubuntu.

Este é o PPA disponível para instalação do Drawer no Ubuntu. Abra o terminal (Ctrl+Alt+T) e digite os comandos abaixo:

sudo add-apt-repository ppa:ian-berke/ppa-drawers 
sudo apt-get update 
sudo apt-get install drawers

Como usar o Drawer?

Abra-o pelo DASH, digitando “drawer”. Ai você cria o grupo desejado dando um nome para ele:

Para adicionar os programas desejados, você deve arrastá-los diretamente do DASH e não do lançador (launcher)!

E você pode editar algumas preferências:

Não testei ainda, mas parece ser uma solução muito interessante. Teste e comente aqui, ok? Abraços!

fonte