Instale seus programas preferidos com poucos cliques usando o Booster

Você não fica cansado só de imaginar em ter que instalar todos os seus programas preferidos a cada novo upgrade de versão do Ubuntu?

Eu também fico.

Mas imagine que possa existir um programa que te permita escolher os programas numa lista, que gere um script e que você possa salvar este script em cada computador que quiser e ai basta dar um SUDO nele e voilá! Sistema atualizado com seus programas preferidos em poucos cliques!

Agora para de imaginar.

O BOOSTER – http://irajacic.com/ – faz exatamente o que descrevi e ainda em português brasileiro, apesar do mesmo ser criado na Sérvia!

Basta você seguir o vídeo abaixo – muito didático – e usar. Eu testei aqui e ele realmente faz aquilo a que se promete.

Funciona no Ubuntu, no Debian e no Mint. Ou seja, tudo derivado do Debian! Dica da semana hein? :-)

Teste e depois comente aqui. A dica foi do colega Leo Oliveira.

Abra um terminal aqui

Essa é uma dica muito simples, fácil de se fazer, mas que tem grande utilidade. Muitos ainda acreditam que o Terminal é aquele monstro de sete cabeças, mas devemos saber que a ferramenta é uma poderosa aliada aos ubunteiros.

Quem nunca perdeu-se entre as pastas do sistema, até encontrar aquela que realmente pretende trabalhar pelo terminal? Dentre cds e lss, a produtividade é prejudicada. E que tal então abrirmos o nosso amigo Terminal já na pasta onde pretendemos trabalhar? Acreditem, é possível.

Para isso, rodamos o seguinte comando no terminal:

 

O pacote acima também está disponível pelo Synaptic, caso prefira adicioná-lo no modo gráfico. Completada a instalação, basta reiniciar a sessão e………….. Voilà !!!

 

A partir de agora, para abrir o terminal na pasta corrente, basta clicar com o botão direito do mouse dentro desta e escolher a opção Abrir num terminal. Para os que precisam ficar navegando entre as pastas (por exemplo, quem já compilou algum programa), ter tal opção aumenta consideravelmente a produtividade.

Poxa, falem sério ? É bão ou não !? Forte abraço, ubunters.

por Bruno Detomi

Script para converter arquivos .MKV para .AVI

Muitas vezes, nos deparamos com arquivos de vídeo .MKV. Mas o que são estes arquivos?

MKV é um container de dados de vídeo. Deste modo, MKV permite conter vários dados resultantes de diferentes tipos de codificações (ou codecs) de video; sua maior utilidade é a sincronização dos dados de video com os de audio, com os títulos, legendas, capítulos e etc.

MKV usa a notação EBML, uma extensão do XML que permite dados binários, além dos dados em texto usuais.

Como parte da iniciativa Matroska, os criadores do MKV tem a grande ambição de que este formato torne-se o único formato de video em uso, com adoção universal. Sua adoção é bastante limitada, mas entusiástica: adotam-no muitos softwares livres de video digital, como H.264 , the KMPlayer , VirtualDubMod e o mais podereso de todos, o XULPlayer.

Atualmente, ele só é executado com um Pacote de Codec mais completo.

Tirado do Wikipedia.

E para gravarmos um dvd com este tipo de arquivo de vídeo precisamos convertê-lo para o formato mais comum, o .AVI. E como fazê-lo?

Achei este script no site VOL. Salve o script no seu PC, dê permissão de execução (usando o botão da direita em cima do script) e boa sorte. Não testei o script, portanto espero comentários abaixo, ok?

Até mais!

Selecione uma área do desktop e salve como uma imagem

dica do Élcio Ferreira

Que tal você selecionar uma área do seu desktop e salvar esta área como uma imagem PNG, sem ter que instalar nenhum aplicativo adicional para isto?

Legal né?

Bem para começo de conversa, você precisa ter instalado o pacote “imagemagick” no seu sistema. Usando o Synaptic ou a Central de Programas Ubuntu, procure por este pacote e instale-o.

Agora você deve criar um arquivo .SH, copiando abaixo:

#!/bin/bash
import "png:$HOME/Desktop/screenshot_`date +%Y-%m-%d_%H:%M:%S`.png"

Salve o arquivo com o nome “select.sh” na sua pasta /home, por exemplo. Este arquivo irá selecionar a área desejada e salvar no seu Desktop. Ainda neste arquivo, você deve dar permissão de execução, clicando com botão direito sobre ele, selecione PROPRIEDADES e na aba PERMISSÕES habilitar o item Proprietário: EXECUÇÃO. Pronto.

Mas não é só isso.

Você tem configurar as teclas-chave que faz a ação. Para isso, você deve clicar no ícone do Ubuntu no canto superior esquerdo, e digitar “atalhos”. Aí você seleciona “Atalhos de Teclado”.

Nesta janela, clique em ADICIONAR e digite no campo Nome: “Selecionar área do Desktop” e no campo Comando: “/home/SEUUSUÁRIO/select.sh” (não esqueça de colocar o nome do seu usuário no comando).

Feito isso, escolha o atalho que quiser. Eu escolhi “Shift + Print”.

Agora sim. Fecha todas as janelas e teste. Se tudo correu certo, sua imagem PNG estará na pasta Desktop. Mas isso você pode mudar no script a vontade.

Até mais!