A Ubuntização do Linux

A Ubuntização do Linux

A Ubuntização do Linux e seus efeitos em nosso dia-a-dia. Algumas dúvidas sobre a influência do sistema no Linux.

por Lucas Zanella
http://cronicis.com/

Achar empresas que suportam Linux ou têm aplicações para a plataforma hoje em dia não é tão complicado como antes, mas há uma coisa que está tomando conta de tudo: o Ubuntu. O sistema está sendo ubuntizado, com grande maioria (senão todas) das empresas vendendo notebooks apenas com o SO roxo, isto entre as que o vendem.

A Ubuntização do Linux e seus efeitos

No Google Plus sigo por volta de dez comunidades sobre Linux e Ubuntu, e toda semana há aquela uma pessoa que levanta a questão: essa de o Ubuntu ficar cada vez mais popular é uma coisa ruim?

Ou será que isso transforma o Linux em algo mais… “visível”?

Continue lendo “A Ubuntização do Linux”

Opinião sobre o Ubuntu 11.10 do UD

O que penso e vejo na versão 11.10 do Ubuntu, da Canonical. O texto que escrevo se apoia no feedback de dezenas de pessoas que testam a nova versão e na minha experiência com a distro linux. Não é a verdade absoluta. É uma opinião.

É a primeira vez que faço uma opinião de uma versão do Ubuntu. Nunca tive vontade e nem achei necessário fazê-lo antes, mas desta vez, a vontade foi maior.

A 6 meses estamos esperando esta versão com muita ansiedade, pois estamos acostumados com a política e metodologia da Canonical em liberar versões novas 2 vezes por ano. E como não poderia deixar de ser, a expectativa sempre é maior do que a realidade. E temos que tomar cuidado para não virar uma frustração.

Continue lendo “Opinião sobre o Ubuntu 11.10 do UD”

As Dificuldades de um Usuário Linux Iniciante

post enviado pelo leitor @Itulu_zulu

Nada é mais angustiante do que você possuir uma dúvida terrível e não saber a resposta, e pior ainda, não ter ninguém que você conheça que possa resolver o problema.

Muitos usuários Linux/Ubuntu se sentem nessa situação, e isso pode ser um dos fatores que podem afastar os usuários leigos do mundo Open Source.

Falo isso por experiência própria: havia me cansado de ter que escanear meu PC todo dia pra ver se tinha vírus, navegar sempre com medo de que determinado site pudesse comprometer meu software e sem contar as mil e uma das preocupações que um usuário CONSCIENTE (essa palavra é muito importante) Windows tinha que ter ao ligar o computador.

Procurando me livrar destes tormentos, fui pesquisando na internet sobre um tal Ubuntu que um amigo meu havia me falado e que ele rodava em uma tal Máquina Virtual no PC dele. Sozinho e sem auxílio de ninguém (se em Estados desenvolvidos como São Paulo existem poucos profissionais com conhecimento em Linux, imaginem então aqui no Maranhão…) resolvi testar, depois de um mês lendo apostilas e mais apostilas, o Ubuntu. Estava entusiasmado pra usar e abusar de toda a liberdade e funcionalidade que tanto havia lido durante as angustiantes 4 semanas.

A primeira dificuldade apareceu justamente com uma das coisas que mais se criticam em todos os SO com plataforma Linux: incompatibilidade de hardware. Não conseguia entender o por que que toda vez no meio da instalação havia uma paralisação de todo o processo, creio que depois da 10ª tentativa descobri, sem querer, o problema: a Placa-Mãe era incompatível com o sistema.

Utilizando algo que até agora não entendi como funcionou, consegui rodar o Ubuntu (9.10 Karmic Koala, nome que nunca esquecerei na vida) e pouco a pouco fui me adaptando ao novo ambiente e adorando a nova experiência. Claro que houve os problemas com os programas e codecs mas como havia lido muito antes de usar ( e eu acho que isso é muito importante para quem quer utilizar qualquer distribuição sem incômodos) já estava “blindado” contra isso.

Em função disso, os fóruns, sites, blogs, vídeos, tutorias e tudo que estejam ligados com Linux/Ubuntu, são muito importantes em razão da quantidade limitada de pessoas com conhecimento em Software Livre disponíveis no mercado. Por isso a comunidade Ubuntu tem o comprometimento em atender sempre bem os iniciantes que precisam de auxílio e isso é algo que a vinda de novos usuários Linux.

Ubuntu um sistema amigável

Parte da sociedade ainda carrega consigo um conceito errado sobre as distribuições Linux, que esse sistema operacional seja algo complicado e difícil compreensão, no ato de executar as tarefas solicitadas. Isso demostra que a educação digital por parte de muitos ainda é deficiente e esse conceito de complicado, difícil é totalmente diverso da realidade.

Linux sempre foi conhecido como um sistema utilizado por profissionais de Tecnologia da Informação, servidores de grandes empresas, nerds, dentre outros. Mas o que podemos observar que o mercado do Linux está numa crescente, em larga escala. Aqueles usuários que podemos classificar como domésticos, ao poucos estão se integrando ao mundo Linux. Distribuições como Ubuntu oferece uma interface amigável, também uma simplicidade e eficaz na execução das principais tarefas, que um simples usuário necessita no seu dia a dia. Em outras palavras, podemos dizer que o Ubuntu oferece todo o conforto, que o usuário deseja no momento de trabalho em frente sua máquina.

Um grande destaque sobre Linux que o usuário sempre poderá contar com ajuda em tempo real, fóruns, blogs, sites e listas de discussões existem inúmeras, pois Linux é uma grande comunidade.

Por  tubao.soares
Twitter: http://twitter.com/tusoares