Comandos Linux – Curso de terminal avançado

Comandos Linux – aprenda a usar alguns comandos avançados no terminal

comandos linux

E seguindo a nossa parceria com a TV GUARAPA, seguem abaixo 4 episódios de um curso de comandos no terminal do Ubuntu.

Curso de comandos Linux avançados Terminal – 05 – Diversos comandos

Terminal – 06 – Diversos comandos – 2

Terminal – 07 – Nível 2

Terminal – 08 – Nível 3

Esperamos que estes vídeos possam ajudar a desmitificar o uso do terminal. E tudo é gratuito. Bom né?

Agora você já ficou mais esperto nos comandos linux no terminal e viu que não é um bicho papão, num é?

Lista de comandos no terminal de A a Z

Veja uma lista de comandos do terminal de A a Z.

Lista de comandos linux de A a Z

Este site é indicadíssimo e fundamental. Você deve “favoritá-lo” pois nele esta lista todos os comandos que você pode usar no dia-a-dia.

Veja abaixo um exemplo:

A

alias Create an alias •
apropos Search Help manual pages (man -k)
apt-get Search for and install software packages (Debian/Ubuntu)
aptitude Search for and install software packages (Debian/Ubuntu)
aspell Spell Checker
awk Find and Replace text, database sort/validate/index

B

basename Strip directory and suffix from filenames
bash GNU Bourne-Again SHell
bc Arbitrary precision calculator language
bg Send to background
break Exit from a loop •
builtin Run a shell builtin
bzip2 Compress or decompress named file(s)

Curtiu? Então espalhe pros seus amigos esta lista de comandos no terminal.

Comandos Básicos no Linux/Ubuntu 12.10

“Muito embora o Linux possua diversas e ótimas interfaces gráfica (GUI’s – Graphical User Interfaces) bastante amigáveis, dentre as quais destacamos o Gnome e KDE, como de resto todos os sistemas operacionais Unix, ainda requerem por vezes que façamos uso da linha de comando. O ambiente tradicional do Unix é o CLI (Command Line Interface), onde você digita os comandos para dizer ao computador o que ele deve fazer. Esse modo é extremamente poderoso e rápido, porém implica que você saiba para que serve cada comando e seus diversos parâmetros.”

 

terminator-3

 

Muita gente tem medo de usar o terminal ou apenas não tem saco para isso. Mas como conhecimento não ocupa espaço no cérebro, que tal aprender a usar os comandos básicos num terminal linux?

Esta página é muito bem detalhada e compreende os comandos mais usados e como usá-los. Não custa nada guardar este nos seus favoritos e ler no seu Ubuntu for Phones num é? hehe.

Curtiu então compartilhe com seus amigos ou com seus inimigos (eles irão achar que você é um hacker/cracker/tostines)!

Gerenciamento de pacotes com o APT no Ubuntu

“No princípio era o .tar.gz. Usuários tinham que compilar cada programa que quisessem usar em seus sistemas GNU/Linux. Quando o Debian nasceu, uma nova forma de gerenciamento de pacotes tornou-se necessário. Para este sistema, foi dado o nome dpkg. Este famoso ‘pacote’ foi o primeiro a chegar nos sistemas GNU/Linux, enquanto antes a Red Hat decidiu criar seu próprio sistema ‘RPM’.

Um novo dilema rapidamente tomou conta das mentes dos criadores do GNU/Linux. Eles precisavam de um método rápido, prático e eficiente para instalar pacotes, que deveriam gerenciar automaticamente as dependências e cuidar dos arquivos de configuração ao atualizá-los. Aqui novamente, o Debian mostrou o caminho e deu vida ao APT, o ‘Advanced Packaging Tool’, que posteriormente foi portado pela Conectiva para uso com o RPM e foi adotado por outras distribuições.”

Do Debian APT HOWTO

Comandos

A maioria destes comandos requer sudo! Substitua “nome_pacote” ou “termo” pelo programa que você quer instalar ou procurar.

  • apt-get update – Execute este comando se você mudou o /etc/apt/sources.list ou /etc/apt/preferences. Também execute-o periodicamente para ter a certeza que sua lista de fontes fique sempre atualizada.
  • apt-get install nome_pacote – instala um novo pacote (veja também aptitude, abaixo)
  • apt-get remove nome_pacote – remove um pacote (os arquivos de configuração não são excluídos)
  • apt-get --purge remove nome_pacote – remove um pacote (os arquivo de configuração também sçao excluídos)
  • apt-get upgrade – atualiza todos os pacotes instalados
  • apt-get dist-upgrade – atualiza o sistema todo para uma nova versão
  • apt-cache search termo – procura por “termo” na lista de pacotes disponíveis
  • dpkg -l nome_pacote – lista os pacotes instalados que casam com “nome_pacote”. Na prática use ‘*nome_pacote*’, a não ser que você saiba o nome completo do pacote.
  • aptitude – O Aptitude é uma interface em modo texto para o sistema de pacotes Debian GNU/Linux e derivados. Assim como o apt-get, permite ver a lista de pacotes e realizar operações como instalação, atualização e remoção de pacotes, porém parece tratar um tanto quanto melhor a questão das dependências.
  • apt-cache showpkg pacotes – mostra informações sobre os pacotes
  • apt-cache dumpavail – mostra uma lista de pacotes disponíveis.
  • apt-cache show pacotes – mostra registros dos pacotes, igual a dpkg --print-avail.
  • apt-cache pkgnames – rápida listagem de todos os pacotes instalados no sistema.
  • dpkg -S nome_arquivo – qual foi o pacote que instalou este arquivo?
  • dpkg -L pacote – Mostra os arquivos instalados pelo pacote.
  • apt-file search NomeArquivo – Este comando procura por um pacote, não necessariamente precisa estar instalado, que inclua o arquivo passado junto a linha de comando (NomeArquivo. Ou seja, muito útil para localizar facilmente arquivos individuais dentro de pacotes que ainda nem se encontram instalados no seu sistema.
  • apt-get autoclean – Execute este comando periodicamente para excluir os arquivos .deb que não estão mais instalados no seu sistema. Pode-se ganhar uma grande quantidade de espaço em disco fazendo isso. Se você está desesperado por espaço em disco, apt-get clean é mais radical, e removerá todos os arquivos .deb, mesmo de pacotes instalados. Como na maioria dos casos você não precisa destes arquivos .deb, não hesite em usar este comando quando precisar de uns megas extras.
  • apt-cdrom add – Comando utilizado para adicionar um CD ao arquivo /etc/apt/sources.list do APT, fazendo assim com que o apt-get procure também neste CD por pacotes.

Existem muito mais sobre o APT nesta Fonte original! Leia e use.

Feliz natal a todos!

Abs, Maudy

Guia de Referências do Linux

Ontem postei um site com dezenas de comandos pro terminal para estudo. Muita gente curtiu, mas alguns reclamaram que não estava em português.

Graças ao Jossan Borba (via Google Plus), temos o link para uma guia de referência Linux em nossa língua. Não sei se é a lista mais completa de comandos, mas ela é muito bem explicativa. Vale a leitura e a “favoritagem“.

Curtiu, então compartilhe, e até mais amigos e amigas.