Canonical abre escritório no Brasil

Até agora não houve nenhuma divulgação a respeito por parte da empresa, mas quem visitar a página da Canonical e navegar até a página que lista os escritórios da companhia espalhados pelo mundo vai se deparar com a novidade: um endereço físico à Av. Paulista em São Paulo.

A leitura que a redação da Linux Magazine faz da abertura do escritório da Canonical no Brasil, em face das outras notícias a respeito das iniciativas da empresa no país — contratação de Maurício Pretto como gerente geral da unidade brasileira, patrocínio da LinuxCon Brasil em 2010, veiculação de publicidade no Guia de TI 2011 – Anuário Linux Magazine, na revista Ubuntu User e em outras publicações da Linux New Media do Brasil, acordo com a Dell para embarcar o Ubuntu Linux no Inspiron 14, conforme noticiamos aqui —, é a de que o mercado nacional está sendo levado a sério pela companhia fundada em março de 2004 pelo sul-africano Mark Shuttleworth. Já entramos em contato com a representação nacional da empresa, solicitando mais informações a respeito do novo escritório no Brasil e estamos aguardando mais informações a respeito.

fonte: http://www.linuxnewmedia.com.br/lm/noticia/canonical_abre_escritorio_no_brasil

Canonical quer saber se você esta vivo

A Canonical – mantenedora da distro Linux/Ubuntu – quer saber se você esta vivo. Aliás, você não, mas se a cópia instalada esta ativa.

No repositório do Ubuntu 10.04 você encontra o pacote canonical-sensus:

Este pacote instala um serviço diário de pesquisa sobre quantas instalações OEM estão rodando no mundo. Note que este serviço não envia nenhum dado pessoal do usuário só transmitindo a versão do sistema operacional (/var/lib/ubuntu_dist_channel), o nome da máquina e quantas vezes o contador mandou estes dados.

http://lh6.ggpht.com/_QLcbs-EZObk/TGEdXBHooiI/AAAAAAAACaY/K_trQsRr4Ss/%5BUNSET%5D.jpg?imgmax=800

Basicamente a Canonical quer saber quantos usuários estão usando o Ubuntu.

Se você não quiser passar essa informação basta não instalar o pacote canonical-census. Ele não vem instalado. Nada além da liberdade de ajudar a passar a informação ou não. Sem polêmica.

Fonte original.

Ubuntu, o Linux popular

Fábio Filho é o responsável pelas operações da Canonical no Brasil. Para quem não conhece, a Canonical pode ser chamada de “madrinha” do Ubuntu, a distribuição mais popular do Linux. Na entrevista, você vai entender como é possível oferecer software de graça e vai saber como trabalha a empresa multinacional que tem como foco a distribuição gratuita e o suporte aos sistemas Linux.

Canonical ajuda você a mudar de vida!

canonicalA Canonical anunciou hoje a imprensa que vai oferecer novos serviços de suporte a clientes finais e pequenas empresas, na transição dos Windows e Apple Macintosh ao sistema linux UBUNTU. O suporte inclue apoio a instalações, configuraçào de desktop e assitência em geral.

O Canonical Desktop Support Service, inclui três pacotes:

Starter Desktop Service: oferece suporte para instalações, configurações e funcionalidades básicas do sistema, como criar documentos, tocar áudio e vídeo streams, Custa $56 dólares, por ano (R$ 105,34, hoje).

Advanced Desktop Service: suporte a usuários avançados que precisam migrar documentos do Windows/Apple. Custa $114 dólares, por ano (R$ 214,44, hoje).

Professional Desktop Service: suporte a usuários experientes que precisam de ajuda a instalações de rede, produtividade e sistema avançado de aministração. Custa $218 dólares, por ano (R$ 410,07 , hoje).

Todos esses pacotes oferecem:
– telefone de suporte
– email de suporte
– upgrades de segurança
– upgrades de produtos
– duração de 1 a 3 anos.

E agora? Por esse preço de 105 reais por ano – ou R$ 8,75 por mês – você pagaria por um suporte oficial?