Apt-get, Dpkg e Aptitude

Análise contextual entre o Apt-get, Dpkg e Aptitude

Um breve histórico – por Ricardo Paulino

O termo APT (Advanced Packaging Tool), em nossa língua descrito como ferramenta de empacotamento avançada consiste no conjunto conjunto de comandos a serem usados pela distribuição linux debian e outras distribuições baseadas no debian, como é o caso do ubuntu para administrar pacotes do tipo DEB.

Assunto indicado:  A Ubuntização do Linux

O APT faz parte de um projeto grande e os planos originais de seus criadores não poderiam deixar de pensar em uma interface gráfica que facilitasse as suas relações com o usuário final do produto. Na comunidade daqueles que “alimentam” o linux com projetos, programação e correções de problemas, grande parte de seus usuários e/ou desenvolvedores se preocupa em tornar seus programas mais capazes de serem usados por pessoas mais leigas.

O linux vem fazendo um percurso rápido até as casas da pessoas comuns, sem formação especial mas com necessidade de obter as mesmas características oferecidas por sistemas operacionais pagos em sistemas operacionais baseados no linux, ao alcance de todos e mantidos por uma comunidade imensa e fervorosa por deixar seu código mais funcional e livre de erros.

Iniciativas de empresas como a Canonical, fabricante da distribuição Ubuntu, de disponibilizar seu o software de foma gratuita, algo garantido pela licença GPL (Gnu Public License), faz que muitos de seus usuários comprem seus serviços de hospedagem em nuvem ou o suporte técnico além de vários outros serviços da empresa.

Essa forma de pensar, de forma colaborativa, de grande parte dos usuários de plataformas linux é que provavelmente trará um futuro mais promissor para pessoas que não disponibilizam de recursos financeiros suficientes para investir em sofwares caros como é o caso da grande maioria disponível no mercado.

Continue lendo “Apt-get, Dpkg e Aptitude”

Reinstalando o aptitude no Ubuntu 10.10

Bem, muitos não gostam e outros adoram… Para os que adoram, ficaram muito doidos da vida pelo fim do aptitude na distribuição 10.10 do Ubuntu, e mais doidos ainda em saber que ele só saiu para economizar espaço no live CD

¬¬

Para quem não sabe o aptitude faz praticamente a mesma coisa que o apt-get, só que trabalha melhor com as dependências… Veja mais detalhes aqui no blog mesmo em um dos posts do Maudy: apt-get vs. aptitude. Quais as diferenças?

Pronto, agora que todos sabem as diferenças, e para os que querem recuperar o bom e velho aptitude, em terminal apenas façam isso:

sudo apt-get install aptitude (que humilhação para o pobre aptitude!)

Sem mais…

Contato:

[email protected]

twitter.com/tittao

apt-get vs. aptitude. Quais as diferenças?

Vale a visita sobre o assunto no blog do Goncin.

Ambos são frontends para o dpkg, o sistema de gerenciamento de pacotes do Debian, e como tal herdado pelas distros filhas. O aptitude nasceu como uma interface orientada a menus em modo terminal, mas também pode (e deve) ser utilizado na linha de comando. O apt-get, por seu turno, faz parte de um conjunto (o qual inclui ainda o apt-cache, o apt-file e o apt-cdrom) de comandos de terminal, e portanto não tem nada parecido com “menuzinhos”.

Se ambos podem ser utilizados praticamente da mesma forma, então qual a diferença entre eles? Vamos aos fatos.

Leia mais…