Advanced Packaging Tool

APT (Advanced Packaging Tool, em português Ferramenta de Empacotamento Avançada) é um gerenciador de pacotes para o Sistema Operacional GNU/Linux Debian e derivados.

O APT possui diferentes interfaces gráficas:

  • Synaptic (GTK)
  • Adept Package Manager (Qt)

Em linha de comando, usa-se “apt-get” para baixar pacotes, o que fez muitos se referirem ao Apt como apt-get, o que não está correto.

O Apt possui uma interface simples de linha de comando para fazer o download de pacotes e instalá-los. O Debian e os sistemas baseados nele utilizam esse comando.

Comandos

  • update – Adquire novas listas de pacotes.
  • upgrade – Faz uma atualização.
  • install – Instala novos pacotes (um pacote é libc6 e não libc6.deb).
  • remove – Remove um pacote.
  • source – Faz o download de arquivos fonte.
  • build-dep – Configura as dependências de compilação de pacotes fonte.
  • dist-upgrade – Atualiza a distribuição, consulte apt-get(8).
  • dselect-upgrade – Segue as seleções do dselect.
  • clean – Apaga arquivos baixados para instalação.
  • autoclean – Apaga arquivos antigos baixados para instalação.
  • check – Verifica se não há dependências quebradas.

Opções

  • -h Texto de ajuda.
  • -q Saída logável, exceto para erros.
  • -qq Sem saída, exceto para erros.
  • -d Fazer o download apenas – NÃO instalar ou desempacotar arquivos.
  • -s Não-agir. Executar simulação de ordenação.
  • -y Assumir Sim para todas as perguntas, não pedir confirmação.
  • -f Tenta continuar se a checagem de integridade falhar.
  • -m Tenta continuar se os arquivos não podem ser localizados.
  • -u Mostra uma lista de pacotes atualizados também.
  • -b Constrói o pacote fonte depois de baixá-lo.
  • -c=? Ler esse arquivo de configuração.
  • -o=? Definir uma opção de configuração arbitrária, ex -o dir::cache=/tmp.

fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Apt-get

Reinstalando o aptitude no Ubuntu 10.10

Bem, muitos não gostam e outros adoram… Para os que adoram, ficaram muito doidos da vida pelo fim do aptitude na distribuição 10.10 do Ubuntu, e mais doidos ainda em saber que ele só saiu para economizar espaço no live CD

¬¬

Para quem não sabe o aptitude faz praticamente a mesma coisa que o apt-get, só que trabalha melhor com as dependências… Veja mais detalhes aqui no blog mesmo em um dos posts do Maudy: apt-get vs. aptitude. Quais as diferenças?

Pronto, agora que todos sabem as diferenças, e para os que querem recuperar o bom e velho aptitude, em terminal apenas façam isso:

sudo apt-get install aptitude (que humilhação para o pobre aptitude!)

Sem mais…

Contato:

[email protected]

twitter.com/tittao

apt-get vs. aptitude. Quais as diferenças?

Vale a visita sobre o assunto no blog do Goncin.

Ambos são frontends para o dpkg, o sistema de gerenciamento de pacotes do Debian, e como tal herdado pelas distros filhas. O aptitude nasceu como uma interface orientada a menus em modo terminal, mas também pode (e deve) ser utilizado na linha de comando. O apt-get, por seu turno, faz parte de um conjunto (o qual inclui ainda o apt-cache, o apt-file e o apt-cdrom) de comandos de terminal, e portanto não tem nada parecido com “menuzinhos”.

Se ambos podem ser utilizados praticamente da mesma forma, então qual a diferença entre eles? Vamos aos fatos.

Leia mais…