Elementary OS, um sistema rápido, bonito e Linux

Elementary OS, um sistema rápido, bonito, Linux e baseado no Ubuntu. Como ele é?

Elementary OS, ou, como os criadores preferem dizer, elementary OS. Essa é uma das distribuições mais bonitas que já encontrei enquanto vagava no mundo dos Linuxes. Primeiro instalei ele quando estava na sua versão Luna, e acompanhei o desenvolvimento da nova, Freya. Com a exceção de que não era Freya logo de início. A segunda versão do sistema deveria ser chamada Isis, mas por conta da grande polêmica em torno do nome por causa do grupo radicalista do Estado Islâmico, ele foi mudado.

APRENDA A DOMINAR O LINUX

Aprenda a dominar o LINUX de uma vez por todos, pegue sua cópia

  • Ferramentas para instalar softwares adicionais
  • Shell do LINUX passo a passo, e muito mais...

Elementary OS

A distribuição conseguiu o infortúnio de ter seu nome ofuscado por um seriado televisivo sobre Sherlock Holmes. E você não precisa ser o detetive para saber que uma busca no Google da palavra “Elementary” mostra primeiro o seriado, e o Linux fica além do último resultado. E a distro realmente apareceu antes do seriado, pois enquanto a televisão nos trouxe ele em 2012, Daniel Foré nos trouxe o eOS em 2011.

Assunto indicado:  Novos efeitos do Compiz no 11.10

A distro sofreu grandes mudanças de design através do tempo. E embora a primeira versão ainda tenha grande semelhança à atual, nota-se a melhora de imediato.

Design é a palavra certa para utilizar ao se falar do sistema baseado no Ubuntu – atualmente, no 14.04. Ele tem um grande foco na aparência, na estética, e na experiência do usuário. Claro que, junto disso, também dá grande importância para as funções do sistema, mas, tendo o Ubuntu como base, eles já possuem algo pronto e podem se dar à liberdade de focar no design.

Assunto indicado:  U11.04 para quem precisa

Algumas coisas do sistema podem deixar muita gente, se não zangada, decepcionadas. O fato de não ser possível trocar o kernel é uma delas, e o Elementary OS realmente parece pensar ser uma distribuição à parte, como se esquecessem do fato de que ainda são Ubuntu. Em todos os casos, é inegável o fato de que a equipe criou um ambiente de trabalho muito estiloso, leve e agradável aos olhos. Sem contar o fato de que duas vezes pessoas me disseram que tenho um Mac. Sei que quando alguém fala isso a um usuário Linux pode até mesmo ser um insulto, mas sabendo que a Maçã investe muito em design precioso, isso é um elogio para a limitada equipe do eOS.

Para a solução de problemas do sistema, além do óbvio esforço dos desenvolvedores, eles contam com um sistema chamado Bounty Source, onde usuários podem deixar uma grana para terem algum bug resolvido ou função implementada. Quem consertar o bug ou implementar a função deixa o código e recebe o dinheiro posto como recompensa. Muitas das recompensas são apenas de 5 ou 15 dólares, mas há aquelas que chegam a $50 ou $100. Adicionar uma janela de downloads no navegador Midori pode te render 156 dólares, que é muito grana quando convertido a reais.

Assunto indicado:  Enviar imagens do Nautilus para o Imageshack

Além disso, para aqueles com problemas há o Stack Exchange, onde os usuários podem pedir ajuda e receberem respostas, talvez até dos próprios desenvolvedores, se não de usuários avançados e bons samaritanos.

Stack Exchange: http://elementaryos.stackexchange.com/
Bounty Source: https://www.bountysource.com/teams/elementary
Site da distribuição: http://elementary.io/
Google Plus do criador: https://plus.google.com/+DanielFor%C3%A9/posts
Comunidade da distribuição: https://plus.google.com/communities/104613975513761463450