Netflix troca Silverlight por HTML5

O serviço de streaming Netflix troca Silverlight por HTML5

O serviço de streaming por assinatura, anunciou ontem que mudará do plugin Silverlight da Microsoft para HTML5.

A mudança de tecnologia garante a compatibilidade do serviço em todas as plataformas e dispositivos móveis do mercado atual e claro, fazendo com que não seja mais necessário gambiarras para que os usuários do Linux possam utilizá-lo, sem problemas.

Netflix troca Silverlight por HTML5

O motivo da migração deve-se ao fato da Microsoft ter anunciado o fim do Silverlight – tecnologia proprietária – para 2021, assim a empresa não vai esperar e já trará o serviço para HTML5, mas com previsão para os próximos 8 anos, sem data definida.

Assunto indicado:  Instalando os temas novos do 10.04 no 9.10 e 9.04

E porque só agora, Netflix?

A Netflix não utilizou o HTML5 até agora por uma questão simples: direitos autorais. Com o Silverlight, a Netflix tem as condições técnicas de controle de direitos autorais – DRM – e com o HTML5, isso ainda precisa ser ajustado, talvez usando tecnologias adicionais como JavaScript.

E o que seria o HTML5 player?

O You Tube tem uma seção de vídeos que rodam a tecnologia HTML5.

Assunto indicado:  Como ver os arquivos do seu Galaxy S2 no Ubuntu

Navegadores suportados

  • Firefox 4 (WebM)
  • Google Chrome (WebM)
  • Opera 10.6+ (WebM)
  • Apple Safari (h.264, versão 4 ou superior)
  • Microsoft Internet Explorer 9 (h.264, Suporte ao WebM disponível aqui)
  • Microsoft Internet Explorer 6, 7 ou 8 com o Frame do Google Chrome instalado.

Projeção de uso do Netflix no ambiente linux

Não precisa ser um expert para ver que com esta migração de tecnologia só trará benefícios a todos. Desde os usuários comuns – nós – até a várias empresas que ganham com a parceria com a distribuidora de stream.

O que você acha desta atitude da Netflix? Comente!