O Linux que acompanha o computador no ato da compra só piora sua reputação.

sadtux-300x240

O mercado eletrônico vem crescendo absurdamente a cada ano, seja através da venda de celulares, tablets ou computadores pessoais, e sempre estar atualizado é essencial, sendo importante comprar os produtos mais potentes. E algo corriqueiro é a venda de computadores de alta performance, acompanhados do Linux para baratear os custos e alavancar as vendas. Porém as versões fornecidas apresentam problemas que fazem o comprador se frustrar. Geralmente essas distribuições que acompanham são versões antigas, ou senão totalmente sem qualquer tipo de usabilidade ao usuário, forçando – o a utilizar outras opções, como o Windows geralmente.



O Windows é um ótimo sistema operacional, porém existem alguns detalhes o que deixam a desejar, além do seu alto custo de aquisição, então o Linux serve como uma ótima opção, gratuito, seguro e leve. E porque então não fornecer as melhores soluções gratuitas automaticamente para os consumidores, como o Ubuntu?

Existem dois fortes motivos que resumem as causas dessas escolhas: Dinheiro e experiência. A Microsoft tem diversas parcerias ao longos dos anos com fabricantes, fornecendo lucros nos produtos ao agregarem o sistema, além de uma ótima parceria. E também temos a experiência básica que muitos usuários carregam anteriormente no uso do Windows, já tendo certo domínio sobre ele, então sua escolha se torna algo natural.

Como podemos mudar esse cenário? 

Acredito muito que o Ubuntu seja a primeira opção para quem deseja experimentar um sistema livre, sua interface limpa, além da central de programas que está muito bacana e o Unity que traz muitas facilidades. Então incentive e explique sobre quais as vantagens de se ter um sistema Linux, e que experimentem através do tour online, tenho fé que a pessoa tendo essa experiência, no mínimo haverá interesse a respeito. O sistema provavelmente irá atrair as atenções dele, procurando pouco a pouco conhecê-lo.

Diga nos comentários quais outras razões que causam esse cenário, e também as soluções que podemos adotar.



Autor: Eric Hideki

Pythonista e autor do blog Aprendendo Python http://ericstk.wordpress.com/