Um laboratório de informática turbinado com Ubuntu

por Leandro França de Mello

Ao contrário de muitos laboratórios de informática e escritórios espalhados por esse Brasil, onde ou os sistemas e softwares estão desatualizados (Windows XP) ou pirateados (Windows XP e Office 2007(?)).



Um laboratório de informática se destacou e se diferenciou desse cenário decrépito e questionável.Por que manter sistemas caros, desatualizados e passíveis a infecção e fiscalização, se podemos nos proteger das pragas virtuais e ainda estarmos dentro da lei?Essa foi a decisão tomada por uma ONG carioca,a Tesloo.

O laboratório da Tesloo é fruto do esforço de voluntários e doações,que com muito esforço foi sendo construído nos últimos anos.

As atividades da Tesloo resumem-se ao atendimento e acolhimento de crianças,meninas e adolescentes carentes em situação de risco, muitas delas tiradas da rua ou protegidas pelos conselhos tutelares. Essas crianças e adolescentes são abrigados na Tesloo e lá além de abrigo recebem apoio educacional e psicológico.

Entre todos os cursos e programas de reabilitação na qual são submetidos há a oficina de informática,onde passam a utilizar o computador como ferramenta de inclusão social. Muitas dessas crianças e adolescentes têm nesse laboratório seu primeiro contato com os computadores e com o Ubuntu.

E por incrível que pareça a aceitação e usabilidade foram formidáveis. Muitas já tinham tido contato en pasant com computadores que naturalmente rodavam Windows XP e seu famoso comunicador- o MSN Messenger.



No Ubuntu e seu comunicador padrão o Empathy, não assustaram e foram facilmente utilizados sem nenhum problema de aceitação. Em um primeiro momento.Contudo,como muitas dessas adolescentes estão em situação de abrigo e não podem ter contato com seus ambientes anteriores, esses recursos são controlados via iptables e monitorados frequentemente. O que no Windows era muito difícil devido as suas diversas falhas de controle. Com Ubuntu o controle é completo.

Outro ponto muito importante é na reciclagem de máquinas. Com Ubuntu instalado, máquinas que outrora estavam condenadas para uso com Windows, no Ubuntu foram recuperadas e estão rodando macio .Um ganho para o meio ambiente e para os cofres da instituição.

Utilizando os pacotes do Edubuntu e todo seu apoio ao ensino,as máquinas da Tesloo estão todas atualizadas com o que há de mais moderno para ensino através dos computadores e utilizando uma rede de ensino mundialmente reconhecida.

Com essa iniciativa a Tesloo se adequa às leis de incentivo a utilização e adoção do Software Livre nas instituições públicas e/ou ligadas aos orgãos públicos. E se diferencia das demais ONG’s em uma postura de vanguarda.