Como personalizar a barra lateral do Unity

Nota do Editor

Este é um artigo enviado pelo leitor Joselito Júnior na semana passada, e só hoje tive tempo de publicar.
Lembro a todos que o conteúdo foi escrito por ele e o mesmo quem vai responder sua dúvidas de forma mais eficiente na área de comentários.


Parte 1 do Artigo

Unity: Atalhos do Chrome, Nautilus, Gmail… e em português!

Ah, Unity! Fator de discórdia da comunidade do Ubuntu. Não sei você, mas a adorei o Unity da maneira que ele está hoje. Já usei ele lá no começo, no UNR, e achei um lixo. Mas agora ele é totalmente diferente do que era quando nasceu.

O Launcher do Unity tem uma funcionalidade semelhante a superbar do Windows 7, que são atalhos especificos do programa, que aparecem em uma lista ao clicar com o botão direito no ícone. Fui bastante didático, ein? O nome disso é Quicklist, entretanto, poucos programas usam essa função, e quando usam, somente algo básico, como “Abrir uma nova janela” no Firefox.

Esse post tem uma série de tweaks para o Unity que possívelmente vão deixa-lo muito melhor. Vamos ao trabalho?

Se preparem que o post é realmente grande.

Nautilus

Se você está lendo até aqui, é por que você gosta do Unity. Mas tenho quase certeza que tem uma coisa que você sente falta: O “Locais” (Places) lá em cima. Apesar de quando não existe nenhuma janela ativa você poder ir lá e clicar em “Locais” e abrir as pastas, não é a mesma coisa… Como a Canonical não fez nada que compensasse isto?

Aliás, minto, lá embaixo há algo parecido, no ícone de Arquivos, mas isso abre no Dash do Unity, não no Nautilus.

Assunto indicado:  Cubo de comandos Linux - Ubuntu Dicas

Bem, que tal ter um Quicklist com atalhos para essas pastas?
Execute o seguinte comando (alt+F2):

gksudo gedit /usr/share/applications/nautilus-home.desktop

Apague o que tiver dentro (fazendo o devido Backup, lógicamente) e cole essa bagaça aqui:

[Desktop Entry]
Name=Pasta Pessoal
GenericName=Pasta Pessoal
X-GNOME-FullName=Pasta Pessoal
Comment=Pastas favoritas no Unity
Exec=nautilus %U
Icon=user-home
Terminal=false
Type=Application
Categories=GNOME;GTK;Core;
StartupNotify=true
X-GNOME-Bugzilla-Bugzilla=GNOME
X-GNOME-Bugzilla-Product=nautilus
X-GNOME-Bugzilla-Component=general
X-Ubuntu-Gettext-Domain=nautilus

X-Ayatana-Desktop-Shortcuts=Home;Documents;Downloads;Pictures;Music;Videos;

[Home Shortcut Group]
Name=Pasta Pessoal
Exec=nautilus
OnlyShowIn=Unity

[Documents Shortcut Group]
Name=Documentos
Exec=nautilus Documents/
OnlyShowIn=Unity

[Downloads Shortcut Group]
Name=Downloads
Exec=nautilus Downloads/
OnlyShowIn=Unity

[Pictures Shortcut Group]
Name=Imagens
Exec=nautilus Pictures/
OnlyShowIn=Unity

[Music Shortcut Group]
Name=Música
Exec=nautilus Music/
OnlyShowIn=Unity

[Videos Shortcut Group]
Name=Vídeos
Exec=nautilus Videos/
OnlyShowIn=Unity

Pronto, agora é só salvar que está tudo certo. Se quiser baixar o meu .desktop (em inglês) clique aqui.

Google Chrome/Chromium
Esse só adiciona funções básicas mesmo, que são “Abrir uma nova janela” e “Abrir uma nova janela anônima”. Quem sabe um dia no Quicklist apareçam os últimos sites visitados, ou os mais visitados… quem sabe né Google?

O processo é semelhante, mas é mais complicado um pouco. Dá-lhe o comando:
gksudo gedit /usr/share/applications/google-chrome.desktop

E cola isso aqui no final do arquivo:

X-Ayatana-Desktop-Shortcuts=NewWindow;Incognito;

[NewWindow Shortcut Group]
Name=Nova janela
Exec=google-chrome
TargetEnvironment=Unity

[Incognito Shortcut Group]
Name=Nova janela anônima
Exec=google-chrome --incognito
TargetEnvironment=Unity

No Chromium os passos são os mesmos, apenas subistitua google-chrome para chromium-browser.

Se quiser baixar meu .desktop clique aqui.

LibreOffice (BrOffice.org)

Agora que o BrOffice faz parte da The Document Foundation, ele não tem mais motivos para se chamar BrOffice (isso acontecia por problemas com o nome OpenOffice no Brasil). Como uso o Ubuntu em inglês com o VERO não posso dizer se o comando é o mesmo, mas creio que sim. Os passos são praticamente os mesmos. Execute (alt+F2):

Assunto indicado:  Gerenciador de dispositivos no Ubuntu

sudo gedit /usr/share/applications/libreoffice-startcenter.desktop

Adicione isso aqui no final dos arquivos:

X-Ayatana-Desktop-Shortcuts=Writer;Impress;Draw;Math;Calc

[Writer Shortcut Group]
Name=Writer
Exec=libreoffice -writer %U
TargetEnvironment=Unity

[Impress Shortcut Group]
Name=Impress
Exec=libreoffice -impress %U
TargetEnvironment=Unity

[Draw Shortcut Group]
Name=Draw
Exec=libreoffice -draw %U
TargetEnvironment=Unity

[Math Shortcut Group]
Name=Math
Exec=libreoffice -calc %U
TargetEnvironment=Unity

[Calc Shortcut Group]
Name=Calc
Exec=libreoffice -calc %U
TargetEnvironment=Unity

Prontinho. Adicione o lançador do LibreOffice (o que tem o ícone branco) e você poderá abrir qualquer programa do pacote por ele.

Caso queira baixar o meu .desktop, clique aqui.

Gmail (Chrome/Chromium)

O do Gmail é o mais simples. Ele usa a função do Chrome de criar webapps, que são atalhos para sites que ficam “independentes” do navegador. Para fazer funcionar baixe o meu Gmail.desktop, marque-o como confiável e arraste ele para o Launcher. Pronto, rápido e rasteiro.

Isso é tudo pessoal. Em breve eu vou tentar fazer outras Quicklists com outros programas e tutoriais para o Unity. Muito desse post veio do OMG! Ubuntu, praticamente só tive o trabalho de traduzi-los e ensinar como se faz.

Nota do Editor

Agora começa a parte que mais me interessou na brincadeira toda!

Para quem disse que o Unity não é personalizável, ai está a resposta! Logo logo sai um tweak que fará isso de forma automática e transparente… Podem aguardar!

Parte 2 do Artigo

Unity + Audacious = ✔

Humanos, nem eu pensei que isso iria sair tão rápido. No último post mostrei diversas Quicklists para uma melhor integração dos aplicativos com o Launcher do Unity.

Assunto indicado:  DevCheats - Um software indispensável para um nerd!

Pensei cá com meus botões, o Banshee, que vem “de fábrica” no Ubuntu, é legal e talz, tem uma integração interessante com o sistema (vide o controle no indicador de volume e a loja do Ubuntu One), mas eu não consigo gostar dele. Aliás, nunca gostei desses players que querem organizar suas músicas do “jeito deles”. Sempre quis que o foobar2000 existisse por essas bandas do Linux, o único jeito é mandar o Wine rodar ele.

Quando comecei a usar o Audacious no 9.10, não parei mais e sempre é uma das primeiras coisas que instalo após o Ubuntu. É um player leve e sem frescura, para… escutar música. Estava com inveja da integração do Banshee e resolvi fazer um Quicklist do Audacious, e modestia completamente à parte, ficou muito bom.

Quem usa/usou o ícone do tray do Audacious vai ser dar bem com esta gambiarra modificação. Veja só como vai ficar:

Acho que não é necessário explicar o funcionamento. Para instalar basta baixar um desses 2 .desktops:
- audacious2.desktop (pt-BR)
- audacious2.desktop (EN)

E subistituir (fazendo o devido backup) o que está na pasta /usr/share/applications/. Simples e indolor.

Qualquer ideia ou sugestão envia um reply pra @joselitojunior1 ou entre em contato. Não tenha medo!

Nota do Editor

Creio que este artigo serviu para abrir a cabeça de muita gente para com a interação do Unity com outros aplicativos, e dá para perceber que podemos deixar a produtividade dele ainda melhor do que já é!

Agradeço ao leitor Joselito pela colaboração e aguardo o comentário de todos sobre suas experiências com essa brincadeira toda!

Se tem algo legal para compartilhar, manda um e-mail que postamos!

Abraços!