O Firefox e seus complementos

Uso o Firefox desde o tempo em que o seu nome era Firebird (antes o nome era Phoenix, mas nessa época usava o Mozilla Suite e, admito, o IE) e a internet tem evoluído rapidamente de lá pra cá.

Como era de se esperar, assim como a Web, o navegador da “Raposa de fogo” foi crescendo, se expandindo e ganhando novas funcionalidades. No início não havia a navegação por abas (dá pra imaginar isso?!?) e nem as atualizações automáticas. Tudo isso foi implementado com o tempo ao longo de suas versões.

Há quem diga que um dos pontos fortes do firefox é a sua segurança e estabilidade. Pode até ser, mas algo que me agrada muito nesse navegador, é a possibilidade de personalização.

É possível, através da instalação de plugins, complementos e temas deixar fazer com que o seu Firefox seja completamente diferente do meu. Essa, na minha opinião, é o ponto de maior destaque desse navegador que a cada dia ganha mais espaço na Web.

Assunto indicado:  Capas oficiais dos cd's do 10.04

Se depois de instalar o navegador você achá-lo sem graça, feio ou se simplesmente achar que falta alguma coisa, basta procurar em sua imensa lista de complementos, certamente achará algo que lhe agrada. A instalação? Nada mais simples: basta clicar em Adicionar ao Firefox e aguardar o download ser concluído, depois reinicie o navegador e lá estará o seu complemento, pronto para usar.

Você pode instalar os complementos a partir do próprio navegador, acessando o menu Ferramentas > Complementos ou através da site de complementos e temas para o Firefox, no endereço: https://addons.mozilla.org/pt-BR/firefox, o esquema de instalação entretanto é o mesmo, basta localizar o complemento através da busca (você não vai querer procurar um por um, eu garanto) e clicar em “Adicionar ao Firefox”. Depois de instalado, basta reiniciar o navegador e estará tudo lá.

Assunto indicado:  Ubuntu 11.10 em um Tablet PC Ekoore Perl

Existe uma infinidade de complementos, alguns muitíssimo úteis, outros nem tanto, mas isso, é claro, depende do gosto e da necessidade de cada um: se quiser baixar vídeos do YouTube, use o DownloadHelper, se acha a barra de favoritos feia e quer deixá-la como no Firefox 2, use o Oldbar . Como falei no início, cada um customiza o navegador do jeito que achar melhor.

O mesmo vale para os temas: basta acessar o menu Ferramentas > Complementos e clicar na aba “Temas” ou ainda, acessar o site: https://addons.mozilla.org/pt-BR/firefox/browse/type:2, daí, basta escolher um tema de sua preferência e clicar em “Adicionar ao Firefox”.

Depois de instalados, todos os temas e extensões são listados na janela de complementos, no menu ferramentas. A partir dessa janela, você tem a possibilidade de configurar, desativar ou remover os complementos instalados. Tudo muito simples e fácil.

Assunto indicado:  Produzindo Animações com Softwares Livres

Claro que não posso deixar de falar que o Firefox está disponível para qualquer sistema operacional. Infelizmente, o mesmo não posso dizer de seus complementos, uma vez que alguns funcionam somente no Windows. Ainda assim, a grande maioria dos plugins funciona perfeitamente em qualquer sistema operacional, bastando seguir os procedimentos de instalação que falei aqui.

Então, o que está esperando para customizar o seu Firefox?

Ir para o post original.