Ubuntu 14.10 é liberado para download

Liberado o download do Ubuntu 14.10

Em mais um ciclo, hoje é o lançamento oficial da versão final do Ubuntu 14.10.

Ubuntu 14.10

E esta nova versão é muito mais estável e rápida do que foi a versão 13.10, conforme meus testes desde a versão beta. O Unity (ambiente) está mais ágil e com menos bugs e com muitos novos features.

Dê preferência para baixar no formato torrent, pois além de ser mais rápido, você não perde o arquivo caso caia a conexão e ainda ajuda a compartilhar sua rede com a comunidade.

Baixe o Ubuntu 14.10

E se quiser baixar outros tipos de .ISO, vá para a página de lançamentos do Brasil.

O que tem de novo no Ubuntu 14.10?

Esta versão 14.10 não vem com grandes diferenças gráficas ou inovações mirabolantes, mas sim com ajustes finos nas janelas, no Unity e preza muito mais pela estabilidade do sistema. Veja abaixo:

E ai, vamos particionar seu HD ou formatá-lo para o novo Ubuntu 14.10?

E o nome do Ubuntu 15.04 é … VIVID VERVET

E o nome do Ubuntu 15.04 é …

VIVID VERVET

ubuntu 15.04

No seu blog, Mark Shuttleworth – mantenedor da Canonical – acaba de anunciar o codinome da versão 15.04 do Ubuntu. Leia mais detalhes aqui http://www.markshuttleworth.com/archives/1425

O Vivid Vervet é um macaco africano que chegou nos EUA via CUBA, Jamaica e República Dominicana. Ele deve saber dançar rumba.

Curtiu o codinome do Ubuntu 15.04?

Formas diferentes de atualizar o Ubuntu

Aprenda formas diferentes de atualizar o Ubuntu

como atualizar o Ubuntu

São 3 aulas ensinando diferentes jeitos de atualizar o Linux Ubuntu e seus programas e Jogos.

Também mostramos como modificar as configurações de Atualizações.

Você pode atualizar o Ubuntu quando quiser e sem depender de uma empresa que monopoliza os patches de segurança.

Netflix chega ao Ubuntu

Netflix chega ao Ubuntu sem PPA, hacks ou modificações. Basta usar o Chrome mais atual

Hoje, a Canonical revelou que o Ubuntu suporta totalmente a Netflix via Chrome 37, sem hacks, ferramentas ou outras soluções necessárias. Lindo não?

Netflix troca Silverlight por HTML5

O Chrome está disponível para todos os usuários do Ubuntu que tenham Ubuntu 12.04 LTS, 14.04 LTS ou versões mais novas.

A Netflix está oferecendo aos usuários do Ubuntu a possibilidade de assistir seriados e filmes sem frescura.

Como trocar HD sem “reinstalar” o Ubuntu 14

Como trocar HD sem “reinstalar” o Ubuntu no seu PC. Aprenda os passos de uma vez por todas

Estes dias consegui um HD de 750 GB e decidi trocar meu antigo 500 GB por ele, mas não queria instalar novamente o Ubuntu do zero pois o que estava no HD de 500 GB já estava com todas as minhas configurações feitas e zeradas. Por isso tive a idéia de apenas “copiar” tudo que estava no HD antigo para o novo, então vamos ao trabalho

Primeiramente um aviso: este tutorial exige conhecimentos básicos sobre partições linux, UUIDs, montagens via linha de comando, GRUB e Boot via Live CD/USB. Se não tiver este conhecimento procure aprender sobre estes assuntos antes de seguir este tutorial. Qualquer resultado, seja positivo ou negativo, é por sua própria conta e risco.

Começando a trocar HD

Faça um boot via cd ou pendrive do Ubuntu para o iniciar via Live, feito isso desligue o computador e adicione o novo HD como secundário na placa-mãe fazendo como que ele fique como sdb, e deixando o HD antigo como sda. Ligue o computador iniciando com um Live do Ubuntu.

Com o Live do Ubuntu, abra o GParted e configure o novo HD com as respectivas partições a seu modo, criando, é claro, uma partição swap, uma home e uma pra raiz do Linux.

Eu configurei as partições de meu novo HD exatamente como o antigo, criando várias partições, pois eu não uso apenas 1 sistema em meu HD, então acabei ficando com 7 partições igual ao meu antigo. Mas por hora o que me interessa é o Ubuntu, que está instalado na partição /dev/sda6 e meu home que está na partição /dev/sda3.
Feito a configuração das partições no novo HD, abra o terminal e logue-se como root apenas para não ficar digitando “sudo” toda vez que for fazer qualquer comando:

sudo su

Logado como root, se quiser verificar algumas informações para ter certeza informações dos HDs para não se confundir, faça o comando:

fdisk -l

Para se orientar com as partições faça o comando:

blkid

Irei mostrar como exemplo a resposta com meu blkid:

/dev/sda1: LABEL="Win7" UUID="86947B0E947AFFCB" TYPE="ntfs" 
/dev/sda2: UUID="d1751472-9d26-4734-ba25-983149a589c7" TYPE="swap" 
/dev/sda3: LABEL="home" UUID="550718db-744a-4726-94ae-233f8e19b46f" TYPE="ext4" 
/dev/sda5: LABEL="Debian" UUID="aa5be1d6-192b-486c-a68b-98514cdd98ff" TYPE="ext4" 
/dev/sda6: UUID="6d5ab2ce-f784-4e1c-ac49-5757d8881794" TYPE="ext4" 
/dev/sda7: LABEL="Slackware" UUID="e1c02fd4-d484-421f-bdf3-656e1e3ec06f" TYPE="ext4" 
/dev/sda8: LABEL="Fedora" UUID="b0d951af-10bc-4328-8bac-01eb74088be7" TYPE="ext4" 

/dev/sdb1: UUID="243051C330519D1C" TYPE="ntfs" 
/dev/sdb2: LABEL="Swap" UUID="5f1b9ca2-665c-41df-b198-b157821781d5" TYPE="swap" 
/dev/sdb3: LABEL="home" UUID="eb1bacf8-c35f-407a-9ab8-c801b31817c8" TYPE="ext4" 
/dev/sdb5: LABEL="Debian" UUID="b822fd87-b838-4358-b72c-b24766dcc027" TYPE="ext4" 
/dev/sdb6: LABEL="Ubuntu" UUID="ca3c4b0a-92bc-4833-9ae6-35e416ccd0a8" TYPE="ext4" 
/dev/sdb7: LABEL="Slack" UUID="852931b9-5db1-4cfd-bc42-e570580be5c7" TYPE="ext4" 
/dev/sdb8: LABEL="Fedora" UUID="021899b7-2d52-47cd-a5b2-ec27c5134f70" TYPE="ext4" 

/dev/sdc1: LABEL="1TB" UUID="7269B1DE4B618CBF" TYPE="ntfs" 

/dev/sdd1: LABEL="AllDistrOS" UUID="2ec7fe7f-8713-4c7f-bd8a-08209f55541e" TYPE="ext2"

Como podem notar, tenho 3 HDs com as configurações das partições já feitas e por último em ext2 o meu Live com o Ubuntu e outras distros, mas o que interessa agora é apenas o sistema Ubuntu e o home, então vamos criar 2 pastas para os sistemas de arquivos raiz cada um apontando para o HD antigo (sda) e outro apontando para o HD novo (sdb) e o mesmo para o home:

mkdir /home_sda3
mkdir /home_sdb3
mkdir /sistema_sda6
mkdir /sistema_sdb6

Após criar todas as pastas, monte a partição em que irá trabalhar no momento, vamos começar pelo home:

mount /dev/sda3 /home_sda3
mount /dev/sdb3 /home_sdb3

Após montar as partições indicando o HD antigo e o novo, basta copiar os arquivos com o seguinte comando:

cp -afv /home_sda3/* /home_sdb3

A opção “-a” serve para preservar todas as informações dos arquivos, como permissões, tipo do arquivo e pasta, links , etc. a opção “-f” é para copiar as pastas cheias e a opção “-v” é para ver as informações dos arquivos passando de uma pasta para outra.
Após terminar a cópia, dê um ls nas duas pastas com a opção “-l” para ver que as permissões estão corretas:

ls /home_sda3 /home_sdb3 -l

Se quiser ver o quanto de espaço está ocupado em cada partição para ter certeza de que está batendo, dê o comando e analize apenas o campo “Usado”. Note que está igual:

df -h /dev/sda3 /dev/sdb3

Faça o mesmo com a partição raiz:

mount /dev/sda6 /sistema_sda6
mount /dev/sdb6 /sistema_sdb6
cp -afv /sistema_sda6/* /sistema_sdb6

Aplicar/Modificar um UUID nas partições

Apenas copiar os arquivos não adianta, devemos lembrar que o Linux trabalha com UUIDs das respectivas partições para fazer o boot e outras coisas, então devemos configurar o boot do sistema. Há 2 modos de fazer esta configuração, o primeiro modo é editando o arquivo de partições e o arquivo de boot manualmente e trocando todos os UIDs da configuração antiga pela nova, o segundo modo, que é o modo que usaremos, é modificar o UUID das próprias partições do novo HD deixando exatamente igual ao do antigo.

Note que no meu comando blkid tenho exatamente 7 partições nos 2 HDs (existe a partição 4, mas como é uma partição extendida, ele não aparece e não estou contando com ele), mas os UUIDs estão naturalmente diferentes. A idéia é copiar o UUID da partições do antigo HD e modificar nas partições do novo HD para que fiquem IDÊNTICOS.

Exemplo:

/dev/sda3: LABEL="home" UUID="550718db-744a-4726-94ae-233f8e19b46f" TYPE="ext4" 
/dev/sda6: UUID="6d5ab2ce-f784-4e1c-ac49-5757d8881794" TYPE="ext4" 
/dev/sdb3: LABEL="home" UUID="eb1bacf8-c35f-407a-9ab8-c801b31817c8" TYPE="ext4"
/dev/sdb6: LABEL="Ubuntu" UUID="ca3c4b0a-92bc-4833-9ae6-35e416ccd0a8" TYPE="ext4"

Note que as partições sda3 e sdb3 são para o home e estão em ext4, porém, suas UUIDs são diferentes e o mesmo acontece para o sistema raiz (sda6 e sdb6), então irei trocar o UUID das partições sdb para ficar igual ao sda. Para isto temos desmontar as partições e usar o comando tune2fs com o parâmetro “-U”, que serve para modificar a UUID de uma partição específica.

umount -a
tune2fs /dev/sdb3 -U 550718db-744a-4726-94ae-233f8e19b46f
tune2fs /dev/sdb6 -U 6d5ab2ce-f784-4e1c-ac49-5757d8881794

Como resultado fica assim, note que estão exatamente iguais:

/dev/sda3: LABEL="home" UUID="550718db-744a-4726-94ae-233f8e19b46f" TYPE="ext4" 
/dev/sda6: UUID="6d5ab2ce-f784-4e1c-ac49-5757d8881794" TYPE="ext4" 
/dev/sdb3: LABEL="home" UUID="550718db-744a-4726-94ae-233f8e19b46f" TYPE="ext4"
/dev/sdb6: LABEL="Ubuntu" UUID="6d5ab2ce-f784-4e1c-ac49-5757d8881794" TYPE="ext4"

Caso exista mais partições Linux em seu HD, deve fazer para todas as outras partições, exemplo em meu HD:

tune2fs /dev/sdb5 -U aa5be1d6-192b-486c-a68b-98514cdd98ff
tune2fs /dev/sdb7 -U e1c02fd4-d484-421f-bdf3-656e1e3ec06f
tune2fs /dev/sdb8 -U b0d951af-10bc-4328-8bac-01eb74088be7

Uma observação, o comando tune2fs com a opção -U não tem efeito para as partições Swap e NTFS, então deve-se modificar o arquivo fstab na nova partição trocando o UUID deles pelo do novo HD.

Após fazer as modificações das partições Linux necessárias, remounte a raiz do Live como leitura e escrita, pois o comando em que indiquei mais acima o deixa como somente leitura, monte novamente a partição raiz do novo HD e faça o seguinte comando para trocar o antigo e o novo UUID do Swap no arquivo fstab:

mount -o remount,rw /
mount /dev/sdb6 /sistema_sdb6
sed -i "s/d1751472-9d26-4734-ba25-983149a589c7/5f1b9ca2-665c-41df-b198-b157821781d5/g" /sistema_sdb6/etc/fstab

Repare que no campo A do sed (“s/A/B/g”) está com o UUID antigo e o campo B está com o novo UUID.
Faça também para a partição NTFS, caso use o outro sistema senão não conseguirá fazer boot nele.

sed -i "s/86947B0E947AFFCB/243051C330519D1C/g" /sistema_sdb6/etc/fstab

(Re)Instalando o grub

Seu novo HD ainda não tem o grub instalado, então antes de reiniciar é necessário instalar o grub via linha de comando indicando a pasta da partição montada pela nova raiz de sistema e o novo HD. Então faça o comando:

grub-install --no-floppy --root-directory=/sistema_sdb6 /dev/sdb

Desligue o computador, retire o antigo HD e deixe o novo no lugar e ligue o computador novamente.
Já iniciado o Ubuntu no novo HD, abra o terminal e faça o comando para atualizar o grub:

sudo update-grub

Isto atualizará a tabela com o(s) UUID(s) restante(s) para o boot, útil para quando já tiver um outro sistema operacional em NTFS instalado na 1ª partição.

Feito tudo isto, seu sistema está pronto para uso no novo HD e sem reinstala-lo e reconfigurar tudo novamente do zero.

Este esquema serve não só para o Ubuntu mas para as distros Linux em geral.

Dica

Comando como super usuário para “gerar” um UUID para modificar na partição específica:

uuidgen

Se por algum motivo uma partição linux, seja em um pendrive, seja em algum outro HD for necessário “recriar um novo UUID”, existe este comando mencionado que dá o seguinte resultado como exemplo:

05a1fbc1-d8b0-4e8f-8c81-e7e6fbfe6254

Este é um UUID novo gerado para partições Linux, para aplicar este UUID em uma partição específica, basta usar o comando tune2fs como super usuário e a partição desmontada:

tune2fs /dev/sdXZ -U 05a1fbc1-d8b0-4e8f-8c81-e7e6fbfe6254

X = Uma unidade específica
Z = A partição em que se quer modificar um UUID

Ufa! Essa troca HD foi um parto mas conseguimos!