Blender – Curso básico de edição de vídeo

Blender – Curso básico de edição de vídeo online e gratuito no Ubuntu Linux.

Blender 3D Curso

E continuando com uma série de cursos gratuitos da TV Guarapa, agora é a vez de um curso básico de BLENDER. Aqui você aprenderá a instalar, adicionar, salvar e renderizar seus vídeos. É um belo começo para quem tem interesse no programa livre de animação.

Introdução – Blender

Edição de videos – 00 – Como instalar no Linux

Edição de videos – 01 – adicionando áudio, vídeo, imagens, música e cortes

Edição de videos – 02 – adicionando áudio, vídeo, imagens, música e cortes

Edição de videos – 03 – como Salvar, exportar, renderizar e ajustar ao seu vídeo

E ai, curtiu? Então compartilhe nosso site em suas redes sociais e mexa mais no Blender!

Curso de Redes Linux gratuito parte 2

Curso de Redes Linux gratuito – Comando no Terminal Nível 1-2

Aprenda a usar os comandos neste curso de redes no linux.

Continuando a parte 1 postada ontem, o Ubuntu Dicas traz a segunda parte do curso de redes em Linux do Prof. Rafael Guarapa, do canal TV Guarapa.


Participe dando sugestões e dicas no canal TV Guarapa. E claro, assine o canal. Este é o primeiro projeto de qualidade que o Ubuntu Dicas apoia e em breve novos cursos surgirão aqui.

Não é sempre que um segundo curso de redes Linux gratuito aparece na sua tela, né?

Curso de Redes Linux gratuito

Curso de Redes Linux gratuito – Comando no Terminal Nível 1

Aprenda a usar os comandos neste curso de redes no linux.

O Ubuntu Dicas tem o prazer de apoiar a série de cursos de tecnologia do Prof. Rafael Guarapa, do canal TV Guarapa.

Este é o primeiro de uma série de vídeos que iremos divulgar e contamos com você para divulgar a todos os seus amigos.

Neste vídeo, você vai começar a entender os vários comandos num rede Linux. Participe dando sugestões e dicas no canal TV Guarapa. E claro, assine o canal. Este é o primeiro projeto de qualidade que o Ubuntu Dicas apoia e em breve novos cursos surgirão aqui. Fique esperto!

Não é sempre que um curso de redes Linux gratuito aparece na sua tela, né?

Como instalar o zsh – Tenha um terminal mais poderoso que o Bash

Como instalar o zsh – Tenha um terminal mais poderoso que o Bash

Zsh

Por padrão dos sistemas Linux, o terminal que acompanha o sistema é o Bash, e sabemos que ele nos proporciona diversas facilidades, seja para instalação de pacotes, copiar ou remover arquivos.

Porém com o passar do tempo percebemos que algumas coisas poderiam ser mais fáceis, por isso foi criado o zsh. Mas como o site não tem uma boa documentação de instalação, o pessoal copiou o projeto e criaram o Oh my zsh, uma versão melhorada da versão padrão.

Com ele temos diversas coisas que agilizam nossas vidas, além de ser bem interessante se você trabalha com desenvolvimento web, mostrando sua atual branch, transição de pastas sem a necessidade do comando ‘cd’, e diversas outras, além de ser bem customizável.

Seguindo as instruções do projeto no Github, com apenas alguns passos podemos instalar tranquilamente. Vejamos:

Se preferir via curl:

curl -L http://install.ohmyz.sh | sh

Via wget:

wget --no-check-certificate http://install.ohmyz.sh -O - | sh

Ou se quiser manualmente, também é bem fácil:

Copie o projeto com o comando:

Para que seja possível isso, é necessário que tenha o git (Controle de versão) instalado, para isso basta executar esse comando, caso já tenha o git instalado, ignore:

sudo apt-get install git

git clone git://github.com/robbyrussell/oh-my-zsh.git ~/.oh-my-zsh

Crie uma nova configuração do arquivo zsh copiando o template fornecido:

cp ~/.oh-my-zsh/templates/zshrc.zsh-template ~/.zshrc

Defina Zsh como seu shell principal:

chsh -s /bin/zsh

E pronto. Basta digitar no terminal ‘zsh’ e ele será aberto. E na próxima vez que ligar o computador, o zsh já virá por padrão ao invés do Bash.

Se você trabalha com desenvolvimento web, ter o zsh se torna indispensável, principalmente quando são projetos open source, isso porque uma das funcionalidades é mostrar o Branch em que se encontra, facilitando a organização e que não haja confusão com outras Branchs ou até mesmo dar pushs ao master erroneamente.

Para mais informações veja na página do projeto ou deixe suas dúvidas nos comentários.