Fazendo o comando rm enviar arquivos para a lixeira no terminal

1 Flares Twitter Facebook LinkedIn Google+ 1 Filament.io 1 Flares ×

Usando o comando rm para enviar arquivos para a lixeira no terminal.

Talvez você tenha um pouco de medo de usar o comando rm, porque ele exclui definitivamente os arquivos. Não há “lixeira”, e todos os métodos disponíveis para desfazer a deleção, como o ext2undel, não passam de boas tentativas com uma razoável chance de insucesso.

Você sabia que pode enviar um arquivo para a lixeira a partir do terminal, ao invés de apagá-lo? Para isso, você precisa instalar o pacote trash-cli. No Ubuntu, faça:

APRENDA A DOMINAR O LINUX

Aprenda a dominar o LINUX de uma vez por todos, pegue sua cópia

  • Ferramentas para instalar softwares adicionais
  • Shell do LINUX passo a passo, e muito mais...
sudo apt-get install trash-cli

Em seguida você pode usar, no lugar do comando rm, o comando trash:

trash arquivo_a_apagar.txt

Você também pode manipular a lixeira com os comandos trash-listrestore-trash e trash-empty.

Substituindo o comando rm

E se quiser você evitar usar o comando rm por engano, insira no final de seu .bashrc:

alias rm=trash

Assim, cada vez que você digitar o comando rm, será na verdade executado o comando trash. E se você deliberadamente quiser excluir um arquivo, sempre poderá chamar o comando rm digitando uma contrabarra, assim:

\rm arquivo_a_apagar.txt

Mas você tem certeza que vai substituir o comando rm?

Na página do trash-cli o autor trata dessa questão. Ele diz que, embora você possa substituir o comando  rm pelo trash, você não deveria, porque os argumentos dos dois comandos são diferentes. Por exemplo, o comando rm exige o argumento -R para remover diretórios, o trash não. Então ele sugere que não o faça.

Assunto indicado:  Salve uma lista de seus aplicativos instalados

Mas, se você tem medo de apagar arquivos por engano, ele sugere uma outra abordagem. Crie um alias para o comando rm em seu .bashrc assim:

alias rm='echo "Este não é o comando que você quer executar."; false'

E pronto, você não vai mais executar o comando rm por engano, mas, do mesmo modo que no primeiro exemplo, sempre poderá executá-lo deliberadamente, começando com uma contrabarra.

PS1: o trash-cli é feito em Python, e muito bem escrito. Estudar o código dele pode ser muito instrutivo.

PS2: estou prestes a lançar, junto com o Ubuntu Dicas, uma novidade para quem quer aprender a usar o terminal. Se você é iniciante no terminal do Linux e gostaria de aprender os segredos para dominar o terminal, você precisa assinar a lista do Ubuntu Dicas.

post original do site do Elcio

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
1 Flares Twitter Facebook LinkedIn Google+ 1 Filament.io 1 Flares ×

Comentários

  1. Adoro as dicas deste site, mas neste caso não é mais rápido e produtivo adicionar o comando excluir no Nautilus para só clicar com o direito e excluir o que quiser sem ter que abrir o terminal para digitar comando? Ou esse método é melhor em algum aspecto?

Deixe o seu comentário

*

1 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Google+ 1 Filament.io 1 Flares ×